sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Meeta Ravindra: NOVÍSSIMO LANÇAMENTO MEETA RAVINDRA

Meeta Ravindra: NOVÍSSIMO LANÇAMENTO MEETA RAVINDRA: LANÇAMENTO Novo CD MEETA RAVINDRA Kalki Adicione mais essa obra na sua coleção Para adquirir o CD Kalki, faça o seu pedido pelo email saga...

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

terça-feira, 13 de setembro de 2011

BENEFÍCIOS DA BATATA

Esqueça o estereótipo da batata de um alimento que faz engordar e do qual devemos fugir para mantermos uma dieta adequada. Cientistas descobriram que apenas uma porção do tubérculo por dia reduz a pressão arterial quase tanto como aveia, e o melhor: sem causar ganho de peso. Mas não se empolgue muito. A pesquisa não foi feita com batatas fritas, que continuam gordurosas e uma vilã para nossa saúde, mas com batatas cozidas sem óleo em um forno de microondas. Embora os pesquisadores tenham utilizado batata roxa, eles acreditam que as demais variedades do tubérculo também têm efeitos similares. A batata, mais do que qualquer outro vegetal, possui uma má e injusta reputação, que tem levado muitas pessoas preocupadas com a saúde a bani-la de sua dieta. É o que explica Joe Vinson, pesquisador-chefe do estudo. Basta mencionar a batata e as pessoas logo pensam “engorda, tem muito carboidrato e calorias demais”. Na realidade, quando preparada sem fritura e servida sem manteiga, margarina ou afins, uma batata tem apenas 110 calorias e dezenas de fitoquímicos saudáveis e vitaminas. Os cientistas esperam que a pesquisa ajude a mudar essa imagem nutricional. No novo estudo, 18 pacientes com sobrepeso ou obesidade e com pressão arterial elevada comeram de seis a oito batatas roxas (cada um do tamanho de uma bola de golfe) com pele duas vezes por dia durante um mês. Os cientistas então monitoraram a pressão do sangue dos pacientes, tanto sistólica (o número mais alto em uma leitura da pressão arterial como em “120/80″) e diastólica. A pressão arterial diastólica caiu em média 4,3% e a pressão sistólica diminuiu 3,5%. Nenhum dos participantes do estudo apresentou ganho de peso. Outros estudos já haviam identificado substâncias presentes na batata cujos efeitos no organismo são semelhantes aos princípios ativos dos medicamentos utilizados no tratamento da pressão alta. Alguns fitoquímicos das batatas que auxiliam na diminuição da pressão arterial também são encontrados, em menor quantidade, no brócolis, no espinafre e na couve de Bruxelas. Infelizmente para os fãs de fast-food, as batatas fritas não apresentam a mesma benesse. As altas temperaturas de cozimento destroem a maioria das substâncias saudáveis da batata, deixando apenas amido, gordura e minerais. Cozinhar batatas no microondas, o caso das do experimento, parece ser a melhor maneira de preservar os nutrientes. [ScienceDaily]

sábado, 3 de setembro de 2011

sábado, 27 de agosto de 2011

COLESTEROL, GLICEMIA, LIPÍDIOS, TRIGLICERÍDEOS......






Colesterol, glicemia, lipídios e triglicerídeos... Estes são os fantasmas que assustam aqueles que estão com as taxas alteradas. Temos aqui uma dica para transmitir às pessoas que estão necessitando limpar seu sangue e de maneira bem rápida. É coisa simples, que, mesmo que não dê resultado, não custa tentar.

Durante quatro semanas, descasque diariamente 100 gramas de abóbora (a grande, não a moranga), coloque os pedaços no liquidificador junto com água, exclusivamente água, não adicione açucar. Bata bem e você terá uma vitamina de abóbora com água. Tome essa vitamina em jejum, 15 a 20 minutos antes do café da manhã.

Faça isso durante um mês, toda vez que o seu sangue precisar ser corrigido. E você verá os resultados. Não há qualquer contra-indicação, por tratar-se apenas de um vegetal natural e água.

Segundo o estudo, a abóbora possui um solvente do colesterol de baixo peso molecular: o colesterol mais nocivo e perigoso - LDL . Durante a primeira semana, a urina apresenta grande quantidade de colesterol LDL (de baixo peso molecular), o que se traduz em limpeza das artérias, inclusive as cerebrais, incrementando, assim, a memória da pessoa.

Um detalhe importante: nem a abóbora, nem a água poderão ir para a geladeira, porque a refrigeração destrói os ingredientes ativos da vitamina. Esta é a razão de ter que comprar, semanalmente, a abóbora, pois, fora da geladeira, ela se estraga rapidamente.



(Salvatore de Salvo e Mara Teresa de Salvo, Novos Segredos da Boa Saúde, Editado pela Biblioteca 24x7, www.biblioteca24x7.com.br)

segunda-feira, 18 de julho de 2011

O AÇÚCAR OU O ASPARTAME? CUIDADO!

Jorge Jacinto - Terapeuta Naturista
Fiquem atentos

Voltem para o velho e bom açúcar, que no Brasil há mais de 500 anos que alimenta a nossa população e nossos antepassados não apresentavam esses sintomas das doenças "modernas"
Passei alguns dias falando na CONFERÊNCIA MUNDIAL DE MEIO AMBIENTE a respeito do ASPARTAME, conhecido como Nutrasweet, Equal, Zerocal, Finn e Spoonful.
Eles anunciaram que existia uma epidemia de Esclerose Múltipla e Lúpus sistêmico, e não entendiam que toxina estava fazendo com que essas doenças assolassem os Estados Unidos tão rapidamente.
Eu expliquei que estava lá para falar extamente sobre este assunto.
ALZHEIMER, MAL DO ADOÇANTE. Artigo escrito pela Dra. Mancy Marckle.
Quando a temperatura excede 30º C, o álcool contido no ASPARTAME se converte em formaldeído e daí para ácido fórmico (o ácido fórmico é o veneno das formigas), que provoca acidose metabólica. A toxicidade do metanol imita a esclerose múltipla e as pessoas recebem diagnóstico errado de esclerose múltipla.
A Esclerose múltipla não se constitui em sentença de morte, mas a toxicidade do metanol sim. No caso do Lúpus sistêmico, estamos percebendo que é quase tão grave quanto a esclerose múltipla, especialmente em usuários de Diet Coke e Diet Pepsi. Nos casos de Lúpus sistêmico causado pelo ASPARTAME, a vítima geralmente não sabe que o Aspartame é a causa de sua doença e continua com seu uso, agravando o lúpus a um grau tão intenso que algumas vezes ameaça a vida. Quando interrompemos o uso do Aspartame, as pessoas que tinham lúpus ficam assintomáticas.
Em uma conferência eu disse: 'Se você está usando ASPARTAME (Nutrasweet, Equal, e Spoonful, etc.) e sofre de sintomas como fibromialgia, espasmos, dores, formigamento nas pernas, câimbras, vertigem, tontura, dor de cabeça, zumbido no ouvido, dores articulares, depressão, ataques de ansiedade, fala atrapalhada, visão borrada ou perda de memória - você provavelmente tem a DOENÇA DO ASPARTAME! As pessoas começaram a pular durante a palestra dizendo: Eu tenho isto, é reversível? É impressionante.
Há um tempo atrás houve Audiências no Congresso dos EUA incluindo o aspartame em 100 produtos diferentes. Nada foi feito. Os lobbies da droga e da indústria química têm bolsos muito profundos.
Agora existem mais de 5000 produtos contaminados com este produto químico, e a patente expirou. Na época da primeira audiência, as pessoas estavam ficando cegas.
O metanol no aspartame se converte em formaldeído na retina do olho. Formaldeído é do mesmo grupo das drogas como cianeto e arsênico - Venenos mortais! Infelizmente, leva muito tempo para matar, mas está matando as pessoas e causando todos os tipos de problemas neurológicos.
O Aspartame muda a química do cérebro. É a causa de diversos tipos de ataque. Esta droga muda os níveis de dopamina no cérebro. Imagine o que acontece com os pacientes que sofrem de Doença de Parkinson? Também causa malformações fetais. Não existe nenhuma razão para se utilizar este produto.
NÃO É UM PRODUTO DIETÉTICO! Os anais do congresso dizem: Ele faz você desejar carboidratos e faz engordar. Dr. Roberts viu que quando ele interrompeu o uso do Aspartame a perda de peso foi de 9,5 kg por pessoa. O formaldeído se armazena nas células adiposas, principalmente nos quadris e coxas.

O Aspartame é especialmente mortal para os diabéticos. O Dr. H.J.. Roberts, especialista diabético e perito mundial em envenenamento pelo Aspartame, escreveu um livro entitulado: DEFESA CONTRA A DOENÇA DE ALZHEIMER
www.sunsentpress.com/defenseAgainstAlzheimers.html

Dr. Roberts conta como o envenenamento pelo Aspartame está relacionado à doença de Alzheimer. E realmente está.. Mulheres de 30 anos estão sendo internadas com Alzheimer.
Dr. Russell Blaylock e Dr. Roberts estão escrevendo uma carta-posição com alguns casos relatados e vão colocá-la na Internet.

PEDIMOS QUE VOCÊ SE ENGAJE TAMBÉM.

Imprima este artigo e avise todas as pessoas que você conhece.

TIRE TUDO O QUE CONTÉM ASPARTAMEDO ARMÁRIO.

ENVIE PARA NÓS SUA HISTÓRIA.
Eu asseguro que A MONSANTO, A CRIADORA DO ASPARTAME - SABE COMO ELE É MORTAL. ELES FINANCIAM A ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE DIABETES, A ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE DIETÉTICA, O CONGRESSO E A CONFERÊNCIA DO COLÉGIO AMERICANO DE MEDICINA.
O New York Times, em 15 de Novembro de 1996, publicou um artigo a respeito de como a Associação Americana de Dietética recebe dinheiro da indústria Alimentícia para endossar seus produtos. Por isso, eles não podem criticar aditivos ou falar a respeito de sua ligação com a MONSANTO. A que ponto chega isso? Dissemos a uma mãe cujo filho estava usando Nutrasweet para interromper o uso do produto. A criança estava tendo convulsões diárias.

sábado, 16 de julho de 2011

O CLORETO DE MAGNÉSIO . COMPROVADO



Cloreto de magnésio – cura natural para diversos males

Os desenganados de bico-de-papagaio, nervo ciático, coluna e calcificação têm cura perfeita, indolor, fácil e barata. E ao mesmo tempo cura para todas as doenças causadas pela carência de magnésio no passado, até a artrose.

CURA DO PADRE BENO

Dez anos antes de começar o tratamento com o cloreto de magnésio, padre Beno J. Schorr estava com 61 anos e quase paralítico. O processo começou com pontadas agudas na região lombar, diagnosticadas como um bico-de-papagaio, incurável segundo o médico. Depois, tinha um peso crescente na barriga da perna direita, que acabou virando uma dor que só aumentava. Já mal se levantava da cama, sentindo um formigar descer pela perna até aos pés, causado pelo bico-de-papagaio, que apertava o nervo ciático e quando em pé e curvado lhe dava folga.

Fazia praticamente todos os seus trabalhos sentado, menos a missa, até que sua situação piorou e acabou tendo que rezar a missa também sentado.
Consultando novos médicos, soube que tinha um bando de bicos-de-papagaio calcificados, em grau avançado, e que nada era possível fazer. Aplicações de ondas curtas e distensões da coluna não tiravam a dor. Dormia enrolado na cama como um gato, sem poder se endireitar, pois a dor o acordava.
Foi então que, num encontro dos jesuítas cientistas em Porto Alegre, encontrou padre Suarez, que falou da cura com CLORETO DE MAGNÉSIO, mostrando o livrinho do padre Puig, jesuíta espanhol que a descobriu.

Contou que sua mão estava até dura de tão calcificada, mas com esse sal voltou a se movimentar e que outros parentes seus também já haviam se curado.

Padre Beno começou a tomar o remédio e 20 dias depois acordou estirado na cama, sem dor. Depois de 30 dias nada mais doía. Aos 40 dias, caminhou o dia inteiro, com pequen o peso. Em 3 meses sentia crescer a flexibilidade. Depois de dez meses se dobrava quase como uma cobra.

O magnésio arranca o cálcio dos lugares indevidos e o fixa solidamente nos ossos. Além disso, padre Beno tinha a pulsação seguidamente abaixo de 40 e ela se normalizou. O sistema nervoso ficou notoriamente calmo, ganhou maior lucidez, o sangue ficou descalcificado e fluido. As freqüentes pontadas do fígado sumiram, a próstata, que estava para ser operada, já não incomodava muito. E outros efeitos devolveram ao padre a alegria de viver.

Por isso, ele se viu obrigado a repartir o "jeitinho" que o bom Deus deu a ele, divulgando o remédio.

Centenas se curaram em Santa Catarina, depois de anos de sofrimento de males da coluna, artrose, etc. E mandam também cópias a outros desenganados.

IMPORTÂNCIA DO CLORETO DE MAGNÉSIO

O magnésio produz o equilíbrio mineral, anima os órgãos e suas funções (catalisadoras), como os rins para eliminar o ácido úrico nas artroses. Descalcifica até as finas membranas nas articulações e as escleroses calcificadas, para evitar enfartes, purificando o sangue. Vitaliza o cérebro, desenvolve ou conserva a juventude até alta idade.

Depois dos 40 anos, o organismo absorve sempre menos magnésio, produzindo velhice e doenças. Por isso ele deve ser tomado como preventivo conforme a idade:
a) de 40 aos 55 anos – ½ dose diária.

b) de 55 aos 70 anos – 1 dose pela manhã.

c) de 70 aos 100 anos – 1 dose pela manhã e 1 dose à noite.
Atenção: para as pessoas da cidade com alimentos de baixa qualidade (refinados e enlatados), um pouco mais; e para as pessoas do campo, um pouco menos.
Não cria hábito, mas deixando de tomá-lo perde-se a proteção. As doenças, dores e o desgaste natural serão bem atenuados ou até eliminados.

O magnésio não é remédio, mas alimento sem contra-indicação, por isso é compatível com qualquer medicamento simultâneo. O adulto precisaria obter dos alimentos o equivalente a 3 doses e, não o conseguindo, deveria complementá-los, à parte, para não adoecer. Dificilmente passará do limite, por isso as doses indicadas para os de 40 a 100 anos são as mínimas.

Tomando as doses para uma doença só, as demais serão curadas ao mesmo tempo, porque o sal põe em ordem todo o corpo.

FORMAÇÕES ORGÂNICAS
a) Bico-de-papagaio, nervo ciático, coluna, calcificação, surdez por calcificação: Tomar 1 dose pela manhã, 1 dose à tarde e 1 dose à noite. Quando curado, deve-se tomar o cloreto de magnésio como preventivo, isto é, conforme a idade.
b) Artrose (o ácido úrico se deposita nas articulações do corpo, visivelmente nos dedos, até que incham, porque os rins estão falhando por falta de magnésio): Tomar uma dose de manhã. Se em 20 dias não sentir melhoras e não reparar em anormalidades, tomar uma dose pela manhã e 1 dose à noite. Depois de curado, continuar com as doses como preventivo.

c) Próstata: Tomar 2 doses de manhã, 2 doses à tarde e 2 doses à noite. Ao melhorar tomar como preventivo.

d) Problemas da velhice – rigidez muscular, câimbras, tremor, artérias duras, falta de atividade cerebral: 1 dose de manhã, 1 dose à tarde e 1 dose à noite.

e) Câncer: Consiste em células mal formadas por falta de alguma substância (refinados) ou presença de partículas tóxicas. Essas células anárquicas não se harmonizam com as sadias, mas são inofensivas até certa quantidade. E o magnésio consegue combatê-las facilmente, vitalizando as sadias. Infelizmente todo processo canceroso não causa nenhuma dor de alerta, até aparecer o tumor, que segrega tóxicos (vírus muito variados), que invadem as células sadias em ramificações. Aí o magnésio só pode frear um pouco, c urar não.

Se no parentesco já houve câncer, nódulos debaixo da pele do seio, o magnésio é o melhor preventivo. Além dos alimentos cancerígenos que devemos evitar, o mais importante é guardar o equilíbrio mineral, tomando cloreto de magnésio em doses de prevenção.

Basta o corpo estar devidamente mineralizado para se ver livre de quase todas as doenças.


ATENÇÃO!
O cloreto de magnésio para uso humano tem que ser do tipo PA (puro para análise) e sua cor é bem branca. É normal empedrar, mas isso não altera seu teor de qualidade.

COMO PREPARAR

Dissolver numa jarra 100 gramas de cloreto de magnésio em 3 litros de água filtrada (33 gramas por litro). Depois de bem misturado, colocar em vidros (não usar recipientes de plástico). A dose é de um copinho de café, conforme a idade e a necessidade.
Deve ser tomado em jejum, 15 minutos antes do pequeno almoço. Se necessário tomar à noite ao deitar, umas 3 horas depois do jantar
(estômago sempre vazio)

Texto adaptado do site
http://www.tssal.com.br/tssal_saude_br_mgcl.html
Poderá também gostar de:
Magnésio, fonte de juventude*
RPG: tratamento natural de problemas

SABER NÃO OCUPA LUGAR

PEPINOS, MAIS PEPINOS E SÓ PEPINOS... UMA DÁDIVA DO CÉU...!!!

DEPOIS DE LERES ESTA MENSAGEM, NUNCA MAIS OLHARÁS O PEPINO DA MESMA FORMA! QUE GEMA PRECIOSA É ESTE LEGUME!

1. PEPINOS contém a maioria das vitaminas que tu precisas diariamente.

Só um pepino contém Vitaminas B1, B2, B3, B5, B6, C, Ácido Fólico, Cálcio, Ferro, Magnésio, Fósforo, Potássio e Zinco.**

2. Sentes-te cansado à tarde, dispensa a cafeína e come um Pepino.

Os Pepinos são óptimas fontes de Vitaminas B e Carboidratos que fornecem aquela '' animação'' que dura por horas.

3. Cansado de ver o espelho da casa de banho embaceado depois do banho?
Tenta esfregar uma rodela de pepino no espelho, isto eliminará a neblina e produzirá uma tenra fragrância como no SPA.

4. As lesmas e caramujos arruinam as tuas plantas?

Coloca algumas rodelas de pepino num pequeno prato ou forma de lata (não de ferro nem de alumínio ), na tua horta ou jardim, e as pestes ficarão longe toda a temporada.

As químicas no pepino reagem com o alumínio para dar um cheiro indetectado por humanos mas que deixam as pestes loucas e as fazem fugir da área.

5. Procuras uma rápida e fácil forma de remover celulite antes de ir à piscina ou praia?

Tenta esfregar uma rodela ou duas de pepino nas áreas afectadas por alguns minutos, os fitoquímicos no pepino forçam o colágeno de tua pele a encolher, firmando a camada de fora e reduzindo a visibilidade da celulite.

Funciona optimamente para as rugas também!

6. Desejas evitar uma ressaca ou dor de cabeça?

Come algumas fatias de pepino antes de dormir e acordarás sem dor e sem ressaca.

Os Pepinos contêm bastante açúcar, Vitaminas B e electrolites para repor os nutrientes essenciais que o corpo perde, mantendo tudo em equilíbrio, evitando ambos a ressaca e a dor de cabeça!

7. Queres evitar aquela fome à tarde ou à noitinha com alguma coisa?
Pepinos têm sido usados por centenas de anos e usados por caçadores Europeus, exploradores e comerciantes como uma rápida refeição para evitar a fome.

8. Tens uma importante entrevista de emprego e reparas que não tens tempo para engraxar os sapatos?

Simplesmente esfrega uma fatia fresca de pepino sobre o sapato, os químicos proverão rápida e durável brilho que não somente fica óptimo como também repele água.

9. Não tens em casa o WD-40 para consertar aquele barulhinho enjoado de uma porta a ranger? Pega numa fatia de pepino e esfrega no sítio problemático... e o rangido foi-se!

10. Cansado, stressado e sem tempo para uma massagem, facial ou visita ao SPA?

Corta um pepino inteiro e coloca numa panela de água a ferver, os químicos e nutrientes do pepino reagem com a água a 100º e soltam-se no vapor, criando um relaxante cheirinho que tem sido mostrado que reduz o stress em novas mamães e estudantes durante exames finais.

11. Acabaste de almoçar e vês que não tens "chewing gum" ou rebuçados de hortelã?
Pega numa fatia de pepino e espreme no céu da boca com a língua
por 30 segundos para eliminar o sabor da comida, os fitoquímicos matarão as bactérias responsáveis por causar mau hálito.

12. Procuras algo ''verde'' para limpar as torneiras, pias ou aço inoxidável?

Esfrega uma fatia de pepino na superfície que desejas limpar, isto não só remove anos de zinabre mas traz de volta o brilho, mas também não deixa marcas e não mancham nem prejudicam as tuas unhas e mãos enquanto limpas.

13. Usas a caneta e cometes um erro?

Toma a casca do pepino ( o lado de fora ) e devagar usa-a para apagar o erro. Também funciona muito bem nos lápis que as crianças deixam nas paredes!!!

sexta-feira, 1 de julho de 2011

segunda-feira, 13 de junho de 2011

terça-feira, 24 de maio de 2011

QUEM ADOECE PRIMEIRO: O CORPO OU A ALMA ?!

Entrevista com o Dr. Jorge Carvajal, médico cirurgião da Universidade de Andaluzia, Espanha, pioneiro da Medicina Bioenergética. 10 de março 2009.

Na realidade, boa parte das enfermidades são exatamente o contrário: são a resistência do corpo emocional e mental à alma . Quando nossa personalidade resiste aos desígnios da alma, adoecemos.


A Saúde e as Emoções


Há emoções prejudiciais à saúde?
Quais são as que mais nos prejudicam?

70 por cento das enfermidades do ser humano vêm do campo da consciência emocional. As doenças muitas vezes procedem de emoções não processadas, não expressadas, reprimidas. O medo, que é a ausência de amor, é a grande enfermidade, o denominador comum de boa parte das enfermidades que temos hoje. Quando o temor se congela, afeta os rins, as glândulas suprarrenais, os ossos, a energia vital, e pode converter-se em pânico.


Então nos fazemos de fortes e descuidamos de nossa saúde?

De heróis os cemitérios estão cheios. Tens que cuidar de ti. Tens teus limites, não vás além. Tens que reconhecer quais são os teus limites e superá-los, pois, se não os reconheceres, vais destruir teu corpo.


Como é que a raiva nos afeta?

A raiva é santa, é sagrada, é uma emoção positiva, porque te leva à autoafirmação, à busca do teu território, a defender o que é teu, o que é justo. Porém, quando a raiva se torna irritabilidade, agressividade, ressentimento, ódio, ela se volta contra ti e afeta o fígado, a digestão, o sistema imunológico.


Então a alegria, ao contrário, nos ajuda a permanecer saudáveis?

A alegria é a mais bela das emoções, porque é a emoção da inocência, do coração e é a mais curativa de todas, porque não é contrária a nenhuma outra. Um pouquinho de tristeza com alegria escreve poemas. A alegria com medo leva-nos a contextualizar o medo e a não lhe darmos tanta importância.


A alegria acalma os ânimos?

Sim, a alegria suaviza todas as outras emoções, porque nos permite processá-las a partir da inocência. A alegria põe as outras emoções em contrato com o coração e dá-lhes um sentido ascendente. Canaliza-as para que cheguem ao mundo da mente.

E a tristeza?

A tristeza é um sentimento que pode te levar à depressão quando te deixas envolver por ela e não a expressas, porém ela também pode te ajudar. A tristeza te leva a contatares contigo mesmo e a restaurares o controle interno. Todas as emoções negativas têm seu próprio aspecto positivo. Tornamo-las negativas quando as reprimimos.

Convém aceitarmos essas emoções que consideramos negativas como parte de nós mesmos?

Como parte para transformá-las, ou seja, quando se aceitam, fluem, e já não se estancam e podem se transmutar. Temos de as canalizar para que cheguem à cabeça a partir do coração. Que difícil! Sim, é muito difícil.

Realmente as emoções básicas são o amor e o medo (que é ausência de amor), de modo que tudo que existe é amor, por excesso ou deficiência. Construtivo ou destrutivo. Porque também existe o amor que se aferra, o amor que superprotege, o amor tóxico, destrutivo.

Como prevenir a enfermidade?

Somos co-criadores, portanto creio que a melhor forma é criarmos saúde. E, se criarmos saúde, não teremos que prevenir nem combater a enfermidade, porque teremos saúde.


E se aparecer a doença?

Teremos, pois, de aceitá-la, porque somos humanos. Krishnamurti também adoeceu de um câncer de pâncreas e ele não era alguém que levasse uma vida desregrada. Muita gente espiritualmente muito valiosa já adoeceu. Devemos explicar isso para aqueles que crêem que adoecer é fracassar. O fracasso e o êxito são dois mestres e nada mais. E, quando tu és o aprendiz, tens que aceitar e incorporar a lição da enfermidade em tua vida. Cada vez mais aspessoas sofrem de ansiedade. A ansiedade é um sentimento de vazio, que às vezes se torna um oco no estômago, uma sensação de falta de ar. É um vazio existencial que surge quando buscamos fora em vez de buscarmos dentro.

Surge quando buscamos nos acontecimentos externos, quando buscamos muleta, apoios externos, quando não temos a solidez da busca interior. Se não aceitarmos a solidão e não nos tornarmos nossa própria companhia, sentiremos esse vazio e tentaremos preenchê-lo com coisas e posses. Porém, como não pode ser preenchido de coisas, cada vez mais o vazio menta.

Então, o que podemos fazer para nos libertar dessa angústia?

Não podemos fazer passar a angústia comendo chocolate ou com mais calorias, ou buscando um príncipe azul fora. Só passa a angústia quando entras em teu interior, te aceitas como és e te reconcilias contigo mesmo.


A angústia vem de que não somos o que queremos ser, muito menos o que somos, de modo que ficamos no “deveria ser”, e não somos nem uma coisa nem outra. O estresse é outro dos males de nossa época. O estresse vem da competitividade, de que quero ser perfeito, quero ser melhor, quero ter uma aparência que não é minha, quero imitar.

E realmente só podes competir quando decides ser um competidor de ti mesmo, ou seja, quando queres ser único, original, autêntico e não uma fotocópia de ninguém. O estresse destrutivo prejudica o sistema imunológico. Porém, um bom estresse é uma maravilha, porque te permite estar alerta e desperto nas crises e poder aproveitá-las como oportunidades para emergir a um novo nível de consciência.

O que nos recomendaria para nos sentirmos melhor com nós mesmos?

A solidão. Estar consigo mesmo todos os dias é maravilhoso. Passar 20 minutos consigo mesmo é o começo da meditação, é estender uma ponte para a verdadeira saúde, é aceder o altar interior, o ser interior. Minha recomendação é que a gente ponha o relógio para despertar 20 minutos antes, para não tomar o tempo de nossas ocupações. Se dedicares, não o tempo que te sobra, mas esses primeiros minutos da manhã, quando estás rejuvenescido e descansado, para meditar, essa pausa vai te recarregar, porque na pausa habita o potencial da alma.

O que é para você a felicidade?
É a essência da vida. É o próprio sentido da vida. Encarnamos para sermos felizes, não para outra coisa. Porém, felicidade não é prazer, é integridade. Quando todos os sentidos se consagram ao ser, podemos ser felizes. Somos felizes quando cremos em nós mesmos, quando confiamos em nós, quando nos empenhamos transpessoalmente a um nível que transcende o pequeno eu ou o pequeno ego. Somos felizes quando temos um sentido que vai mais além da vida cotidiana, quando não adiamos a vida, quando não nos alienamos de nós mesmos, quando estamos em paz e a salvo com a vida e com nossa consciência. Viver o Presente.

É importante viver no presente? Como conseguir?
Deixamos ir-se o passado e não hipotecamos a vida às expectativas do futuro quando nos ancoramos no ser e não no ter. Eu digo que a felicidade tem a ver com a realização, e esta com a capacidade de habitarmos a realidade. E viver em realidade é sairmos do mundo da confusão.

Na sua opinião, estamos tão confusos assim?

Temos três ilusões enormes que nos confundem. Primeiro cremos que somos um corpo e não uma alma , quando o corpo é, na verdade, o instrumento da vida e se acaba com a morte. Segundo, cremos que o sentido da vida é o prazer, porém com mais prazer não há mais felicidade, senão mais dependência. Prazer e felicidade não são o mesmo. Há que se consagrar o prazer à vida e não a vida ao prazer. A terceira ilusão é o poder; cremos ter o poder infinito de viver.

E do que realmente necessitamos para viver?

Será de amor, por acaso?

O amor, tão trazido e tão levado, e tão caluniado, é uma força renovadora. O amor é magnífico porque cria coesão. No amor tudo está vivo, como um rio que se renova a si mesmo. No amor a gente sempre pode renovar-se, porque ordena tudo. No amor não há usurpação, não há deslocamento, não há medo, não há ressentimento, porque quando tu te ordenas porque vives o amor, cada coisa ocupa o seu lugar, e então se restaura a harmonia.

Agora, pela perspectiva humana, nós o assimilamos com a fraqueza, porém o amor não é fraco. Enfraquece-nos quando entendemos que alguém a quem amamos não nos ama. Há uma grande confusão na nossa cultura. Cremos que sofremos por amor, porém não é por amor, é por paixão, que é uma variação do apego.

O que habitualmente chamamos de amor é uma droga. Tal qual se depende da cocaína, da maconha ou da morfina, também se depende da paixão. É uma muleta para apoiar-me em vez de levar alguém no meu coração para libertá-lo e libertar-me. O verdadeiro amor tem uma essência fundamental que é a liberdade, e sempre conduz à liberdade. Mas às vezes nos sentimos atados a um amor.

Se o amor conduz à dependência é Eros. Eros é um fósforo, e quando o acendes ele se consome rapidamente em dois minutos e já te queimas o dedo. Há amores que são assim, pura chispa. Embora essa chispa possa servir para acender a lenha do verdadeiro amor. Quando a lenha está acesa, produz fogo. Esse é o amor impessoal, que produz luz e calor..
Pode nos dar algum conselho para alcançarmos o amor verdadeiro?

Somente a verdade. Confia na verdade; não tens que ser como a princesa ou o principe dos sonhos do outro, não tens que ser nem mais nem menos do que és.

Tens um direito sagrado, que é o direito de errar; tens outro, que é o direito de perdoar, porque o erro é teu mestre. Ama-te, sê sincero contigo mesmo e leva-te em consideração.

Se tu não te queres, não vais encontrar ninguém que possa te querer. Amor produz amor. Se te amas, vais encontrar amor. Se não ... vazio. Porém nunca busques migalhas, isso é indigno de ti. A chave então é amar-se a si mesmo. E ao próximo como a ti mesmo. Se não te amas a ti, não amas a Deus, nem a seu filho, porque estás te apegando, estás condicionando ao outro. Aceita-te como és; não podemos transformar o que não aceitamos, e a vida é uma corrente permanente de transformações.

Cordiais saudações.

FONTE: Entrevista com o Dr. Jorge Carvajal, médico cirurgião da
Universidade de Andaluzia, Espanha, pioneiro da Medicina Bioenergética. 10 de março de 2009

domingo, 1 de maio de 2011


domingo, 27 de março de 2011

Os Rezadores e Mezinheiros de Tianguá-Ceará-Brasil


Parte de um TCC apresentado ao Curso de Pós-Graduação em Terapias Integrativas e Complementares,
  de autoria dos drs. Sylvia Narriman  e Antonio Miguel ( março/2011)




Rezadeira de Tianguá-Ceará-Brasil,
 em ritual de cura para quebrante.





       Tianguá é uma palavra originária do tupi, que significa Boqueirão do Bico de Papagaio. É um município do Ceará-Brasil, localizado na Serra da Ibiapaba, com área de 908,89 km2 e altitude de 775,92 m.s.n.m. Sua população é de 68.859 habitantes (IBGE-2010), sendo 60% em zona urbana e 40% em zona rural. Com um clima quente tropical semi-árido, brando e tropical quente sub-úmido (FUNCEME/IPECE), possui uma flora rica em biodiversidade de espécies vegetais, com destaque para a floresta subperenifólia tropical plúvio-nebular (vegetação de matas úmidas, com copas arbóreas e caules bem desenvolvidos). Sua temperatura média é de 22 a 24ºC, variando para média mínima de 18ºC, com pluviometria média anual de 1.210,3 mm, com período chuvoso de janeiro a maio (IPECE,2010). A região da Ibiapaba possui vegetação densa de mata tropical, contando com muitas cachoeiras, nascentes, bicas, mirantes naturais e artificiais, grutas, um Parque Nacional, e ainda uma rica fauna e flora.






Mapa Rodoviário de Ceará





        A assistência à saúde é realizada por: 01 Hospital Geral, 06 Postos de Saúde, 04 Clínicas/Ambulatórios Especializados, 01 Unidade de Vigilância Sanitária, 20 Unidades Básicas de Saúde/Centro de Saúde, 01 Unidade de Serviço Auxiliar de Diagnóstico e Terapia (SESA, 2010).
       Fontes da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará (SESA) informam que em 2009 havia um total de 389 profissionais de saúde ligados ao Sistema Único de Saúde (SUS), sendo: 52 Médicos, 13 Dentistas, 40 Enfermeiros, 18 Outros Profissionais de Saúde/Nível Superior, 111 Agentes Comunitários de Saúde, 155 Outros Profissionais de Saúde/Nível Médio.






Localização de Tianguá-Ceará.




      Em setembro/2010, havia 1.527 famílias cadastradas pela Unidade Básica Pe. Evaldo C.Carvalho-Governador Ferraz, unidade que atende os bairros Governador Ferraz, Subestação, Valparaíso e Jaburu, áreas de interesse da pesquisa em questão.Calculando-se uma média de 3,5 pessoas por família, tinha-se, na sua área de atuação, uma população aproximada de 5.344 habitantes.A Equipe de Saúde da Família da Unidade Básica em questão conta com: 01 Médico, 01 Enfermeira, 01 Dentista, 01 Auxiliar Dentário, 03 Técnicas de Enfermagem, 01 Auxiliar de Serviços Gerais, 02 Vigilantes, 08 Agentes Comunitários de Saúde.
       Em Tianguá, como em grande parte das cidades brasileiras, o florescimento das demais artes de cura, além da arte médica, sempre esteve intrinsecamente ligado às diferentes raízes culturais da população ali residente, portanto, a justificativa do uso de práticas baseadas no saber popular não se encontra apenas na falta de esclarecimento ou de recursos financeiros por parte da população.
       Dantas (2007a), Dantas (2007b) e Wikipedia (2007) definem Planta Medicinal como sendo aquela cujos constituintes contém um ou mais princípios ativos que lhe conferem atividades terapêutica, profilática ou paliativa. De acordo com Balbach (1971), entre as funções desempenhadas por essas plantas estão a purificação do organismo expelindo as toxinas, neutralizar a acidez do sangue, suprir a falta de certos elementos nutritivos, estimular a ação de certos órgãos e normalizar o funcionamento de outros. 
        Rezador é aquele que reza. Mezinha ou Meizinha significa remédio caseiro, ou manipulado em farmácias do interior, geralmente com o uso de plantas ou ervas medicinais.
       Rezadores e mezinheiros utilizam folhas, frutos, sementes, raízes, essências, bálsamos e resinas, partes lenhosas e brancas que esmagam, dissolvem, maceram. cozem, para ingerir, aspirar, friccionar, ou aplicar em cataplasma numa extensa série de doenças. Não se pode esquecer que o emprego dessas plantas continua  a ter um sentido mágico ou místico.
       Segundo Eduardo Campos, “ curandeiro, entre nós, prescinde de manual. Não é um feiticeiro capaz de ter curso, estribar seus conhecimentos em compêndios que falem e esclareçam os mistérios da Magia.No seio de sua coletividade, desde pequeno, o nosso rezador ou curandeiro mostrou-se diferente dos demais, com certos podres: picado por cobra venenos, reagiu bem. Sarou. Exibe, embaixo da língua, os dois pontos pretos, privilégio dos que são curados de cobra”.
        No imaginário popular, os santos são responsáveis por um grande número de curas: Nossa Senhora da Cabeça, Nossa Senhora do Bom Parto, Nossa Senhora das Graças, Nossa Senhora do Desterro, Santa Águeda, Santo Amaro, São Joaquim, etc.Também criaram artifícios de cura nas figuras de caboclos, do fogo, da água, do culto à lua, ao sol, etc.




Imagem de Nossa Senhora da Cabeça





      Espinhela caída, quebrante, mau olhado, ventre caído, sol na cabeça, entrosada, quem percorrer as zonas urbanas e rurais das cidades brasileiras, ou mesmo as periferias das grandes cidades, vai se deparar com esses termos, que fazem parte de um mundo mágico-religioso, povoado de rezas, benzeduras, crenças e rituais populares. E em Tianguá, não poderia ser diferente. A população, e não somente a de baixa renda, acreditando ou não no poder das rezas, procura os rezadores e mezinheiros, no intuito de aliviar as suas dores, ou curar os seus males.



Rezador de Tianguá-Ceará, em ritual
 para tratamento de Espinhela Caída.




        Segundo os rezadores, a espinhela é um osso localizado acima da boca do estômago. Pegar muito peso faz a espinhela cair. Os sintomas são: cansaço, dor nas costas, dor e inchaço na boca do estômago, dor nas pernas. Para saber se a espinhela está caída, o rezador tira a medida, com um cordão ou uma toalha, da ponta do 5º quirodáctilo até à ponta do cotovelo e depois de um ombro ao outro. Se as medidas coincidirem, a espinhela está normal; caso contrário, está caída. Para curar a espinhela, o rezador pede ao consulente para elevar um objeto com as duas mãos, que pode ser um tijolo, uma barra de ferro, um ferro, etc, acima da cabeça, e reza a oração para espinhela caída. Por fim, repete as medidas anteriores, para ver se o consulente obteve êxito com o procedimento. Para tanto, as medidas devem coincidir, caso contrário, repete o mesmo ritual, até o consulente obter sucesso.
       O quebrante ou quebranto, segundo crença popular, é ocasionado por mau-olhado. O quebrante seria a prostração, o enfraquecimento resultante de força exterior maléfica (INSTITUTO ESTADUAL DO PATRIMÔNIO CULTURAL-RJ).
      Mais pela preocupação de não sofrer as doenças do sol, do que propriamente furtar-se aos seus raios quentes, usa o sertanejo um chapéu de palha, desde pequeno, quando sai ao campo. Realmente, é raro ver-se um sertanejo sem um chapéu de palha na cabeça. Sim, porque o sol é responsável por uma dor de cabeça terrível que acomete as criaturas. É crença de que o sol quente de meio-dia é responsável pelas suas manifestações, introduzindo-se, sem que perceba o doente, em seu cérebro (EDUARDO CAMPOS). Diz o sertanejo que “ o sol, entrando na cabeça do homem, pode produzir humores estranhos”(EDUARDO CAMPOS).
      Segundo o Frei Francisco van der Poel, “ a cultura é vida, e em termos de cultura popular e folclore, o povo guarda as coisas(suas cantigas, seus remédios, as técnicas de trabalho, seus provérbios, suas devoções), enquanto tiverem algum sentido na vida dele”.
      Na medicina popular, corpo e espírito são inseparáveis.Tampouco desliga-se o homem do cosmos, nem a vida da religião. A medicina oficial é reducionista; a medicina popular é mais intuitiva e trata as doenças com mezinhas, rezas e simpatias.Na religiosidade popular, qualquer cura é obra de Deus. As rezadeiras dizem: “É Deus que cura, não podemos cobrar”.
      Diz um rezador dos mais procurados do bairro de Valparaíso: “ Aqui, eu não cobro nada, mas Deus se encarrega de me ajudar. Na minha casa nunca falta uma galinha, ovos, feijão, rapadura e farinha, além de outras coisas. O povo dá porque quer, e eu recebo”. Diz o mesmo rezador que seus poderes surgiram na infância, após um longo período de enfermidade, em que ficou “sem andar, sem falar e só tomava água”. Um dia, chegou um forasteiro em sua casa, que lhe deu um  vidro de xarope à base de ervas e, de presente, dois livros. Disse-lhe que, quando se curasse, lesse os referidos livros. Informa que nunca foi à escola, que aprendeu a ler com a ajuda desses dois livros e que os mesmos, um belo dia, desapareceram.







Santuário de rezador de Tianguá-Ceará.





       Observa-se um sincretismo religioso nas rezas, nos rituais, nos oratórios dos rezadores e mezinheiros de Tianguá. Foram observados, com relativa freqüência, imagens da igreja católica, como Jesus Cristo, Nossa Senhora de Fátima, Nossa Senhora da Cabeça, Nossa Senhora do Desterro, Nossa Senhora das Graças, São Francisco, São José, São Sebastião, Santa Teresa do Menino Jesus, São Benedito, os papas João Paulo II e Bento XVI. Também imagens de santos não canonizados, como Pe. Cícero, Pe. Frei Clemente, Pe. Eustáquio e outros; e imagens comumente usadas nos cultos africanos como o Menino Vaqueiro, São Cosme e São Damião, São Jorge, dentre outros.




Santuário de rezadeira de Tianguá-Ceará






      Verifica-se que, em razão do vínculo da medicina popular com os diferentes credos religiosos, as plantas desempenham basicamente dois papéis, que embora possam ser analisados separadamente, são interdependentes: sacral e terapêutico. O primeiro tem seu papel na organização simbólica do ritual de cura e o segundo cumprindo o seu papel terapêutico, conforme os princípios ativos e as propriedades terapêuticas de cada planta.
     Os rezadores, em sua grande maioria, afirmam que o ramo verde que usam nos seus rituais de cura servem para afastar maus espíritos e para retirar “tudo o que não presta de dentro da pessoa”. Afirmam que “ as plantas são dadas por Deus, para salvar os homens”. Afirmam também que Deus lhes deu o dom de cuidar das pessoas e de curá-las.


- Plantas Medicinais mais citadas nas Rezas e benzeduras ( pela ordem das citações):




Plantas Medicinais



   Nome científico



Porcentagem



Vassourinha



Scoparia dulcis



88,88



Arruda



Ruta graveolens



44,44



Mangerioba



L.Cassia ocidentalis



44,44



Qualquer planta que não tenha espinhos nem ruçara









-



44,44



Manjericão



Ocimum basilicum L



33,33



Pião roxo



Jatropha gossypiifolia L.



22,22



Sabugueiro



Sambucus australis



11,11



Flor de algodão



Gossypium hirsutum L



11,11



Hortelã pimenta



Mentha piperita L



11,11






Vassourinha (Scoparia dulcis): planta mais usada nas rezas
(Imagem da net)

-Elenco de Plantas da Medicina Popular, Indicações, Propriedades Terapêutica
( pela ordem das citações ):
 


Plantas
Indicações
(pelos rezadores e mezinheiros)
Propriedades
Terapêuticas
Modo de Preparar
Malva-do-reino
(Plectranthus
amboinicus (Lour.)
Spreng.)

Asma
Bronquite
Gripe
Dor abdominal
Inflamação ginecológica
Dor nas urinas
Antisséptica,demul-
cente
Balsâmica
Expectorante
Bactericida

Courama
(Kalanchoe
brasiliensis
Cambess )
Inflamação
Inflamação ginecológica
Gripe
Gastrite
Atividade
imunomodu-
ladora
Antiinflama-
tória
Ação leishma-
nicida
Béquico

Erva-Cidreira
(Lippia Alba)

Cansaço
Pressão alta
Nervosismo
Medo de morrer
Bactericida
Antipirética
Emenagoga
Diaforética
Analgésica
Sedativa
Espasmolítica
Hipotensora

Erva-doce
(Foeniculum
vulgare Mill.)
Calmante
Cólicas intestinais
Antiespas-
módico
Calmante
Ação hipo-
tensora

Alho
(Allium
sativum)

Dor abdominal
Gripe
Expectorante
Antigripal
 Febrífuga
Desinfetante
Antinflama-
tória
Antibiótica
Antiateros-
clerose
Antisséptica
Vermífuga
Hipotensora
Diurética

Hortelã
(Mentha x villosa Huds )
Dor abdominal
Diarréia
Enxaqueca
Propriedades
digestivas
Carminativa
Antisséptica
Antiflatulenta
Antiespas-
módica
Age contra
amebíase, 
giardíase e
tricomoníase


Palmeirinha
(Eleutherine
plicata)

Diarréia (câimbra de sangue)
Antidiarréica
Anti-hemor-
róidária


Boldo-do-campo
(Pterocaulon
polystachium)

Dor abdominal
Empachamento
Inflamação da vesícula biliar
Estimula a
secreção da
bilis pelas
células do fígado
e facilita o
funcionamento
da vesícula biliar

Eucalipto
(Eucalyptus
tereticornisLabil.)
Gripe
Febre
Expectorante
Antisséptico das
vias  respirató-
rias

Mastruz
(Chenopodium
ambrosioides L.)
Traumatismo
Gripe
Asma
Verminose
Vermífuga
Antisséptica
Béquico
Expectorante

Capim santo
(Cymbopogon
citratus
(DC) Stapf )
Cansaço
Calmante
Febre
Tosse
Dor de cabeça
Dor abdominal
Má digestão
Antiespasmódica
Antimicrobiana
Hipotensora
Calmante
Analgésica
Antitérmica
Propriedades
inseticidas


Vassourinha
(Scoparia
dulcis L.)

Cálculo renal
Infecção urinária

Antibiótica
Diurética


Colônia
(Alpinia
zerumbet)

Calmante
Diurético
Pressão alta
Anti-
hipertensiva
Levemente
tranquilizante


Aroeira
(Schinus
terebinthifolia
Raddi)
Inflamação
Inflamação ginecológica
Cicatrizante
Antiinflamatória
Antiulcerogênica
Analgésica
Antioxidante

Quebra-pedra
(Phyllanthus
amarus
Schum. et Thorn.)
Cálculo renal
Problemas da próstata
Atividade
inibitória do
vírus HIV
Anti-alodínica
Antiedema-
togênica
Inibição de
lesão gástrica e inflamação
Antitumoral
Anticarcino-
gênica
Diurética

Babosa
(Aloe vera)
Gastrite e problemas do fígado
Hemorróidas
Cicatrizante de queimaduras e de ferimentos na pele
Queda de cabelos
AVC
Câncer
Antisséptica
Antiinflamatório
Cicatrizante de queimaduras
(inclusive
nucleares e
outras radiações)
Fungicida
Bactericida
Laxante
Antivirótica
Ação protetora
sobre os vasos
sanguíneos


Arruda
(Ruta
graveolens )
Cólica menstrual
Emenagogo
Calmante
Vermífugo.
Combate
pediculose, 
sarna

Marcela-do-campo
(Achyrocline
satureioides
(Lam.) DC)
Dor abdominal
Problemas do fígado, do estômago e dos intestinos
Anti-
inflamatório
Antiespas-
módico 
(reduz contrações
musculares
involuntárias)
Analgésica
Sedativa
Emenagoga
Cosmética
(clarear e
acentuar a
cor do cabelo)

Ameixa
(Ximenia americana L )
Inflamação
Inflamação ginecológica
Reumatismo
Hemorróidas
Fungicida
Antimicrobiana
Antiinflamatória
Antialérgica
Efeitos vaso-
protetores
Perfumaria

Torém
(Cecropia
glaziovii
Sneth)

Dor nos rins
Diurético
Anti-hiper-
tensivo

Alfazema
(Lavandula
angustifólia)

Calmante suave
Gases
Piolhos
Sarna
Depressão
Queimaduras
Para aliviar picadas de insetos
Antisséptica
respiratória
Tônica
do sistema
nervoso
Antiespas-
módica 
Calmante 
Digestiva
Favorece
o fluxo biliar
Antibacteriana, Carminativa
Aromática
Uso externo:
ligeiramente
revulsiva,
sendo 
empregada 
no reumatismo.

Açafroa
(Curcuma longa L)
Asma, bronquite,
Gripe
Sarampo
Catapora
Antiinflamatória
Anticoncepcional
Antiagregante
plaquetária
Antiinfecciosa
Antiasmática

Jurubeba
(Solanum
paniculatum  L.)
Gripe
Úlcera
Problemas do fígado
Diurética
Antiinflama-
tória

Angico
(Mimosa
colubrinaVell)

Asma
Bronquite
Gripe
Contusão
Ferimentos
Hemorragia uterina
Broncodilatador
Adstringente
Antiblenorrágico
Anti-hemorrágico
Depurativo
Expectorante
Hemostático
Peitoral
Tônico


Cravo santo
(Eugenia
caryophyllus
(Sprengel).
Asma
Bronquite
Gripe

Antisséptica
Carminativa
Antiespas-
módica
Bacteriostático
Vermífuga
Digestiva

Maracujá
(Passiflora
incarnata)
Calmante
Insônia
Irritação frequente
Calmante
Hipnótica
Hipotensora
Tonificante
Anti-helmíntica

Ipecacuanha
(Psychotria
Ipecacuanha)
Gripe
Ausência de menstruação
Diarréia
Amebíase
Antiinflamatório
Broncodilatador
Atividade antinociceptiva

Romã
(Punica
granatum L.)
Estomatite
Faringite
Amigdalite
Laringite
Aftas
Antiinflamatória
Adstringente
Antidiarréica
Antisséptica
Antitérmica

Cumaru
(Amburana
cearensis Alemão)
Asma, bronquite.
Gripe
Diarréia sanguinolenta
Cólicas intestinais e uterinas
Antibacteriana
Antiinflamatória
Broncodilatadora


Alfavaca
(Ocimum
gratissimum L.)
Calmante
Hipertensão
Gripe
Febre
Diarréia
Antisséptico
Balsâmico
Diurética
Hipotensora
Antiespasmódica
Antibiótica
Fungicida

Abacate
(Persea
americana Mill.)
Gripe
Dor no estômago
Dor nos rins
Dor no fígado
Antirreumático
Carminativo
Diurético
Digestivo



Melancia
(Citrullus
VulgarisSchrad)
Úlcera
Cicatrizante
Dor nas urinas
Hipoglicemiante
Propriedades hidratantes
Cicatrizante
Baixa o 
ácido úrico

Salsa
(Petroselinum
crispum)
Gripe
Resfriado
Indigestão
Distúrbios estomacais
Cólicas menstruais
Cicatrizante



Cicatrizante (ferimentos)
Antioxidante
Anti-reumática
Antisséptica
Antiespasmódica
Carminativa
Diurética
Emenagoga
Laxante
Sedativa

Camomila
(Matricaria
chamomilla )
Calmante
Emenagoga
Sedativa
Antiinflamatória
Analgésica
Antiespasmódica 
(age contra
cólicas do
estômago e dos
intestinos)
Cosmética 
(dá cor ruiva
ou aloirada 
aos cabelos)

Goiabeira
(Psidium guajavaL)
Diarréia
Ação bactericida
Antidiarréica

Algodão
(Gossypium
hirsutum L.)
Inflamação ginecológica
Gripe
Dor nas urinas
Antiinflamatório
Antidisentérica
Emenagoga
Hemostática

Sucuúba
(Janaguba)
(Himatanthus
drasticus(Mart.) Plumel
Gastrite
Inflamação em geral Tumores, furúnculos
Artrite
Vermífugo
Laxante
Cicatrizante
Ação analgésica
e antitumoral

Chanana
(Turnera
ulmifolia L)

Amenorréia
Dismenorréia
Bronquite
Tosse
Adstringente
Expectorante
Antidiabético
Hipolipemiante

Jucá
(Caesalpinia
ferrea M. )
Problemas da
Próstata
Problemas dos
Rins
Dor nas costas
Cicatrizante
Febrífuga
Antisséptica

Marmeleiro
(Croton sonderianus
Müll. Arg.)

Inchaço
Dor na barriga
Cicatrizante
Estomáquico

Sabugueiro
(Sambucus
australis
Cham. &Schltdl)
Sarampo
Catapora
Febre
Emética
Catártica
Febrífuga

Malvariço
(Plectrantus
amboinicus)
Tosse
Inflamação da garganta
Inflamação no colo uterino
Antiinflamatória
Antibacteriana

Gergelim
(Sesamum
indicum)
Febre
Dor nos intestinos
Reguladora 
da função 
intestinal
Antidepressivo

Cebola branca
 (Allium
scalonicum )

Gripe
Expectorante

Laranjeira
(Citrus
SinensisOsbeck)
Gastrite
Calmante
Gripe
Digestiva
Diurética
Calmante

Mofumbo
Combretum
laxumJacq.)
Anti-hemorrágico
Dor de barriga
Expectorante
Tosse
Tosse braba
Antinociceptiva
Expectorante

Tamarindo
(Tamarindus
indica L.)
Dor nas urinas
Verminose
Antidiarréica
Antiinflamatória

Melão-de-São-Caetano
(Momordica
charantia)
Preventivo da gripe
Corrimento vaginal
Cólica menstrual
Diabetes
Escabiose
Purgativa
Vermífuga
Anti-hemor-
roidária
Hipoglicemiante
Acaricida

Insulina
 (Cissus
verticillata (L.)
Nicolson
& C.E. Jarvis)

Diabetes
Antitumoral
Imunomoduladora
Antiinflamatória
Analgésica

Urtiga
(Urtica
dióica)
Dor nos rins
Antifúngica
Antiinflamatória
Trtamento da hipertrofia
prostática benigna

Limão
(Citrus
limonLinn)
Gripe
Para emagrecer
Acidez gástrica
Estomatites
Antifúngica
Antisséptica
Antimicrobiana
Antiinflamatória

Chumbinho
(Lantana
camara L.)

Inflamação em geral
Antibacteriana
Antiinflamatória
Antitumoral
Anti-Aids

Bananeira
(Musa
 paradisiaca L.)
Gripe
Bronquite
Diarréia
Hipotensora

Cajueiro
(Anacardium
occidentale
Linn)
Impotência sexual
Gripe
Tosse
Ferimentos
Antiinflamatória
Antibacteriana
Antioxidante
Antitussígena
Antifúngica
Diurética
Cicatrizante


Anador
(Justicia
pectoralis
Jacq.)
Tosse
Bronquite
Antiinflamatória
Broncodilatadora

Jatobá
(Hymenaea
stigonocarpa Mart. ex Hayne)
Gripe
Inflamação da bexiga e da próstata
Cicatrizante
Antibacteriana
Antifúngica

Beladona
(Atropa
 beladonna)
Asma
Bronquite
Cólica intestinal
Cólica renal
Antiespasmódica
Diurética
Calmante
Diaforética
Dilatadora
da pupila

Mirasol ou Girassol Mexicano
(Tithonia
diversifolia)
Antiinflamatório
Alimentação de animais

Chichá
(Sterculia
striata St. Hil. et Naud)
Antiinflamatório, sobretudo nas inflamações uterinas
Males do fígado, estômago e intestinos
Lavagem de feridas
Antioxidante
Antiinflamatória

Mangueira
(Mangifera
indica L.)

Diabetes
Artrite
Antiinflamatório
Antiviral
Antibacteriana
Analgésica
Antiinflamatória
Antidiarréica
Hipoglicemiante
Hipolipidêmica
Antioxidante

Guiné
(Petiveria
alliacea)
Afastar mau olhado
Reumatismo
Artrose
Enxaqueca
Cicatrizante
Antiinflamatório
Antitumoral
Imunoestimulante
Antiespasmódica






Plectrantus amboinicus: planta mais usada nas mezinhas
(Imagem da net)




      É expressivo o número de plantas usadas pelos rezadores e mezinheiros. Como se percebe, dentre as 61 plantas citadas, destacam-se a malva-do-reino, a courama, a erva-cidreira, a erva-doce e o alho
    Verifica-se a existência de várias plantas que apresentam múltiplas indicações populares. Várias indicações de uso popular tiveram sua comprovação científica. Vegetais como: erva-cidreira, erva doce, goiabeira, malva-do-reino, hortelã, insulina, jurubeba, mastruz,romã tiveram 100% da indicação de uso popular comprovada cientificamente.Entretanto, apesar de apresentarem 100% de seu uso popular confirmada cientificamente,essas plantas devem ser utilizadas com cautela seguindo a forma e uso correto, pois elas podem apresentar componentes tóxicos, como por exemplo o mastruz que, segundo Souza et al. (1991 apud Silva, 1997) afirma que a planta pode causar efeitos colaterais como irritação nos rins, vômitos, convulsões e até coma. 




CUIDADO!
O uso das plantas medicinais
 deve ser feito sempre com muita cautela e por pessoas experientes.
Merecem particular atenção as crianças e gestantes.





- Relatos das Rezas mais frequentes:



Para Quebrante e Mau-olhado:

Quebrante e mau olhado
te botaram com dois olhos
excomungado.
Botaram com dois olhos,
eu te curo só com um.
Este quebrante e mau-olhado
vai pro cu de quem botou.
Vai-te, quebrante e mau olhado,
pras ondas do mar sem fim.
Reza 2 Pai-Nossos e 3 Ave-Marias
e oferece a N.Sra.do Desterro.



Para Espinhela Caída/Ventre Caído:

Espinhela caída, ventre derrubado,
Espinhela caída, ventre derrubado,
Eu te ergo, eu te curo, eu te saro.
Em nome do padre, do filho
e do Espírito Santo, da espinhela
caída tu estás curado. Amém.
Reza 2 Pai-Nossos e 3 Ave-Marias.


Para Espinhela/Ventre Caído ( outra versão):

Deus, quando andou no mundo,
Arca e espinhela levantou.
Levantai, Senhor, a de...(diz o nome do paciente),
Pelo vosso amor
Reza 2 Pai-Nossos e 3 Ave-Marias.

             
Para Sol na Cabeça:

Com a pessoa de costas para o sol,
coloca-se em sua cabeça uma toalha
dobrada várias vezes e, em cima  da
toalha, um copo com água, com      a
boca virada para baixo e bem   aper-
tado à toalha.
O rezador sobe em um banco e, com
a mão acima do fundo do copo, diz:
- Deus fez o sol, Deus fez a lua...
Deus fez toda a claridade do universo grandioso.
Com a sua graça eu te benzo, eu te curo.
Vai-te, sol, da cabeça desta criatura 
(diz o nome da pessoa)
para as ondas do mar sagrado,
com os santos poderes do Padre, do Filho
e do Espírito Santo. Amém.
Repete a reza 3 vezes e o      rezador
vai fazendo cruzes na cabeça        da
pessoa. Depois, vira o copo com á-
gua, agradece às três pessoas       da
Santíssima Trindade e reza 2
Pai-Nossos e 3 Ave-Marias.



Para Nervoso:

Eu levo Jesus no meu coração
pra me socorrer nas intilição.
Nas intilição e todas as agonia,
valei-me, Jesus, José e Maria.
José, Maria e Santana também.
São Joaquim me valha pra sempre,
Amém.
Reza 2 Pai-Nossos e 3 Ave-Marias
e oferece a N.Sra. do Desterro.



Para torção e fratura:

Carne trilhada, osso rendido,
nervo torto, por isso mesmo eu coso,
Com os poderes de Deus, N.Senhora,      
da Virgem Maria e de S. Frutuoso.    
 Reza 2 Pai-Nossos, 3 Ave-Maria



Para dor de dente:

Lua nova que seja,
livra da dor de dente,
livra do mal urgente,
livra do fogo ardente.
Meu Senhor Jesus Cristo, no altar,
livra do mal bixento e peçonhento.
Esse teu dente vai quebrar,
esse teu dente vai desabar,
esse teu dente vai abalar,
esse teu dente vai sarar
com os poderes de Deus e da Virgem
Maria, amém.
Reza 2 Pai-Nossos e 3 Ave-Marias.



Para quem está engasgado:

Homem bom, mulher má
dá o peixe ruim pro velho cear.
Casinha velha, esteira de palha,
São Braz, São Frutuoso,
Essa engasgadura ou sobe, ou desce,
ou obedece as palavras de Jesus
Cristo. Amém.
Reza 2 Pai-Nossos e 3 Ave-Marias.



Para “Introsada” ( Erisipela):

Jesus ia no caminho
e se encontrou com Pedro.
Perguntou:
- Pedro, de onde tu vem?
- Senhor, eu venho de Roma.
- Pedro, o que há por lá?
- Há muita doença.
- Pedro, que doença é?
- É “introsada”, é “isipa”,
é “isipelão”.
- Volta, Pedro, vai curar!
- Senhor, com que eu curo?
- Cura com os poderes de Deus Pai,
de Deus Filho e do Espírito Santo;
Cura com ramo verde,ferro frio,
água da fonte, com sal do monte,
com óleo de mamona passando em
cima. Essa doença tá no tutano,
passa pro osso, pro sangue     e pra
pele. Vai passar pras ondas  do
mar. Essa aqui é a palavra  de Deus.
Reza 2 Pai-Nossos e 3 Ave-Marias e
oferece a N. Senhora.



Reza para frieira:

A rainha e a galinha
nunca pegou frieira.
Pois viva a galinha, viva a rainha
e morra a frieira.
Reza 2 Pai-Nossos e 3 Ave-Marias.



Para Cobreiro:
                                            
Cobreiro brabo, eu te corto a cabeça
  e o rabo com as Ave-Marias.
Cobreiro brabo, isangue, fogo
 selvagem, eu te corto a cabeça e o
 rabo e vai-te pras ondas do mar sem
 fim. Amém.
Reza 2 Pai-Nossos e 3 Ave-Marias.   



- Enquete com os Usuários da Unidade Básica de Saúde da Família Pe. Evaldo C. Carvalho-Governador Ferraz:

              A enquete foi realizada com 23 moradores dos bairros Governador Ferraz, Subestação, Valparaíso e Jaburu.. Os relatos foram os seguintes:

“Eu procuro de vez em quando a rezadeira. De vez em quando me dá uma dor de cabeça, nas duas fontes, e a rezadeira reza para Sol na Cabeça. Quando eu estou gripada, ou com inflamação, ou nervosa,ela  me dá um lambedor ou uma garrafada. Eu tenho muita fé. Eu melhoro muito”.

“Minha mãe tanto procurava o rezador como rezava nos outros. Um dia ela caiu e desmentiu um braço e ficou. Quando foi outro dia, caiu e desconjuntou o outro braço. Ela gostava de rezar nela mesma e nos outros. Ela ficou aleijada dos braços, as mãos ficaram duras, assim. Mas, com as rezas, não sentiu mais dor. Ela usava muito mastruz, malva e capim santo, para pancadas no corpo, gripe, inflamação e nervoso. Doutora, eu vou lhe falar, eu acredito nos remédios de Deus. Em reza eu não acredito, ler mão, eu também não, botar baralho também não. Na minha mente, tudo é ilusão”.

“A minha avó reza. Quando a minha filha está com quebrante, eu levo pra ela rezar. Eu acredito. A fé da gente é forte. A gente acredita em Deus”.

“Eu já procurei o rezador várias vezes. Eu tinha uma dor de cabeça muito forte e procurei a rezadeira. Ela rezou na minha cabeça. Pegou um ramo, botou um pano na minha cabeça e um copo com água, e rezou. A água borbulhou. Eu acredito na reza, porque a gente sente que melhora através da fé da reza. Eu acredito em milagres e nos pedidos que eu faço a Deus. Eu já alcancei muitas graça”.

“Minha menina tinha dor de cabeça e tem medo de tudo o quanto. Fui com ela à casa da rezadeira e ela disse que minha filha tinha Sol na Cabeça. Ela benzeu ela toda. Ela colocou um pano na cabeça da minha filha e uma garrafa d’água e começou a rezar. Quando ela estava rezando, a água começou a borbulhar bem grande. Eu levei minha filha 3 vezes. Ela rezou na minha filha toda, com ramos de hortelã e benzeu pelas costas e pela frente. Quando ela terminou, os ramos de hortelã ficou murcho.”

“ Eu procurei a rezadeira várias vezes, para quebrante.. Ela rezou 3 vezes na minha filha e ela ficou boa. Eu acredito nas rezas. Minha mãe sempre levava eu e meus irmãos para rezar. Era costume”.

"Já procurei a rezadeira para rezar na minha menina, com quebrante. Ela curou minha filha. Eu acredito, porque já vem aquela experiência de vó e mãe e a gente acredita”.

“Eu sempre acredito nas rezas, porque com elas eu me curo. Eu também acredito nas plantas. Sempre me dei bem com elas. A senhora sabe que a fé é que cura. Só vai com fé”.

“ Eu procurei o rezador para rezar no meu neto. O menino melhorou muito. Estava esmorecido. Eu acredito nas rezas, porque a reza vai matando a reima que está com aquela pessoa”.

“ Quando o meu filho está doente, com ventre caído, eu mando rezar. Eu levo na rezadeira. Ela reza com um raminho e um terço. Eu acho que é a fé da gente que cura a gente”.

“Quando nós estamos doentes, nós vamos pra rezadeira. Ela é que levanta a espinhela e cura das dor de cabeça. Ela cura as criança com mau olhado. A pessoa rezando com muita fé e com muito amor, a pessoa recebe. Isso tudo é a fé que a pessoa tem e rezar”.

“A rezadeira reza na cabeça da gente e em criança. Com muita fé em Deus, a gente luta e consegue. Eu acredito nas rezas, porque eu, com fé, fico boa”.

“ Eu só procuro a rezadeira. Nasceu uns tumores nas minhas pernas e eu peguei vermelha. Ela rezou 3 vezes e eu fiquei boa. Ela rezou baixinho, eu não escutei nada. Eu acredito muito em reza, porque onde vai a fé, vai tudo”.

“ Algumas pessoas não acreditam, mas eu acredito. Eu estava com a espinhela caída, já não conseguia mais ficar reta, ficava doída. O rezador disse que esses ossos da gente vão dobrando, entram no fígado e, se não rezar, complica. Eu acredito na reza, porque eu acredito em Deus e eu acho que o rezador também acredita e tem fé”.

“Na realidade, eu sou evangélica. Eu já mandei rezar, quando eu era do mundo e não conhecia a palavra de Deus. Eu tenho fé na graça de Deus, que é só o que existe”.

“ Minha filha caçula, com 1 ano de vida, estava na sentinela, com diarréia, vômito e febre. A minha sogra chegou e disse: “ Por que você não leva pra rezar de quebrante? Ela tá com o olho tão bonito...”. Eu levei na rezadeira, que rezou 9 vezes e minha filha escapou”.

“Meu filho estava com quebrante e ventre caído. Procurei a rezadeira, que fez 5 rezas e meu filho ficou curado”.“ Eu estava com sol na cabeça e espinhela caída e a rezadeira tirou. Botou um pano branco na minha cabeça e 1 copo com água, a boca de cabeça pra baixo, e rezou. A água saiu borbulhando. Eu melhorei.”.

“Eu vivia com dor de cabeça. Procurei a rezadeira, que disse que era sol na cabeça e espinhela caída. Ela botou um pano na minha cabeça e um copo com água, e rezou. Eu continuei do mesmo jeito”.

“É o que está me salvando da coluna. O rezador reza na minha coluna e nas pernas.Estou me sentindo bem. Já tive outros problemas mais sérios e também tive êxito, graças a Deus. Muita coisa a gente vai lá e ele sabe se precisa ir ou não ao médico”.

“Procurei a rezadeira, uma mulher que “trabalha com negócio de espírito”, lá no Veado Seco. Eu sentia um caroço dolorido embaixo do peito esquerdo. Ela me disse que eu tinha problema no coração e fez uma operação espiritual. Ela me mandou preparar a cama com lençol branco e vestir roupa branca. Do jeito que ela mandou eu fazer, eu fiz. Melhorei da dor no peito”.

“Sou evangélica, tomei remédio controlado por mais de 10 anos e nunca procurei o rezador. Tentei o suicídio 3 vezes. Faço as campanhas na igreja evangélica. Agora estou fazendo a campanha do lenço consagrado, para Deus me ajudar com o meu problema do coração. Deus cura, o importante é a fé da pessoa”.

“Sempre a gente procura o rezador. A rezadeira já rezou em mim e nas pessoas da minha família. Um tempo desse eu estava com um negócio, o fogo selvagem. Em mim ela rezou 9 vezes e eu fiquei boa, graças a Deus. Eu acredito nas rezas, porque já veio do começo do mundo. Sempre as coisa do começo do mundo é mais melhor”.



Segundo informações da Organização Mundial de Saúde (OMS), 60% da população 
mundial utiliza medicamentos tradicionais, baseados em  uma história de utilização 
prolongada, com freqüência milenar (OMS, 2002b). 
Finalidade do Programa 
Nacional de Plantas
Medicinais e Fitoterápicos:

“Garantir à população 
brasileira o acesso 
seguro e o uso racional 
de plantas medicinais e 
fitoterápicos, 
promovendo o uso 
sustentável da 
biodiversidade, o 
desenvolvimento da 
cadeia produtiva e da 
indústria nacional”










É sabido que o Brasil,
 possuidor da maior biodiversidade do planeta, 
possui uma imensa flora medicinal nativa ainda desconhecida ou pouco estudada 


                                                            

A importância de se estudar o conhecimento e uso tradicional das plantas medicinais 
pode ter 3 implicações distintas (AMOROZO, 1996; ELISABETSKY, 1999): 
- resgatar o patrimônio cultural tradicional, assegurando a sobrevivência e 
perpetuação do mesmo; 
- otimizar os usos populares correntes, desenvolvendo preparados terapêuticos 
(remédios caseiros) de baixo custo; 
- organizar os conhecimentos tradicionais de maneira a utilizá-los em processos de  desenvolvimento tecnológico. 


Portaria 
Interministerial nº
2.960, 
09 dezembro 2008: 
Aprova o 
Programa Nacional 
de Plantas 
Medicinais e 
Fitoterápicos
e cria o Comitê
Nacional de 
Plantas Medicinais 
e Fitoterápicos